Extensão Universitária: parceria e formação

parceria e formação

Palabras clave: Extensão Universitária, ação dialógica; parceria; Universidade Pública

Resumen

Resumo

A partir de experiências em Extensão Universitária promovidas no curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP), na cidade de São Paulo, o artigo apresenta uma análise da potencialidade da Extensão como ferramenta pedagógica na formação de jovens profissionais aptos a atuar na construção de cidades mais justas e inclusivas. O objetivo central do artigo é colocar em evidência a Extensão como condição educativa e formativa em dois sentidos: um voltado para a formação universitária em Arquitetura e Urbanismo; e outro, na transformação das comunidades parceiras dos projetos de Extensão Universitária. A premissa que apontamos para efetivação desta condição é o trabalho em diálogo intenso e de longa duração entre a Universidade e as comunidades.

Para tanto, os projetos de Extensão Universitária aqui utilizados, Bororé – extremo Sul da cidade de São Paulo – e Ocupas – na região central, amparam-se metodologicamente, assim como as análises deste artigo, no pensamento e prática de Paulo Freire (1967 e 1983) voltados à “educação para emancipação” a partir da relação dialógica. Os procedimentos de pesquisa a partir das práticas de extensão são relativos ao grande leque metodológico aberto a partir da “Pesquisa-ação” de Kemmis e MacTaggart (1988), nele seguimos a linha espanhola da experimentação e do trabalho empírico (Serrano, 1990; Latorre, 2003). Os resultados dos trabalhos não são contabilizáveis nas lógicas mecânica e simplificadora, são processos complexos de subjetivação no cruzamento dos dois polos do diálogo, portanto, este artigo propõe observarmos estes processos e interpretá-los à luz da “auto-reflexão” (Kemmis e MacTaggart, 1988) coletiva por meio dos dois casos apresentados.

 

Abstract

Based on University Community Outreach experiences promoted in the Architecture and Urbanism course at the School of Architecture and Urbanism of the University of São Paulo (FAUUSP), in the city of São Paulo, this article presents an analysis of the potential of Community Outreach as a pedagogical tool in the education of young professionals able to work in the construction of more fair and inclusive cities. The main objective of the article is to highlight Community Outreach as educational and formative condition in two senses: one aimed at university education in Architecture and Urbanism; and the another, in the transformation of Community Outreach projects of partner communities. Our premise for the accomplishment of this condition is the work in intense and long-term dialogue between the University and the communities.

Therefore, the University Community Outreach projects used here, Bororé – extreme south of the city of São Paulo – and Ocupas – in the central region, are methodologically supported, as well as the analysis in this article, on the thought and practice of Paulo Freire (1967 and 1983) oriented to “education for emancipation” through a dialogical relationship. The research procedures from the community outreach practices are related to the wide methodological range opened from Kemmis and MacTaggart’s (1988) “Research-Action”, following the Spanish line of experimentation and empirical work (Serrano, 1990; Latorre, 2003). The results of the works are not accountable in mechanical or simplifying logics, they are complex processes of subjectivation at the intersection of the two poles of dialogue, therefore, this article proposes to observe these processes and interpret them in the light of “self-reflection” (Kemmis and MacTaggart , 1988) collectively through the two cases presented.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Camila D'Ottaviano, FAUUSP

Arquiteta e Urbanista graduada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo - FAUUSP (1994). Mestre em Estruturas Ambientais Urbanas (2002) e doutora em HABITAT/Arquitetura e Urbanismo (2008) pela FAUUSP. ​Realizou estágio de Pós-doutorado no Department of Urban Planning no Luskin Institute - University of California Los Angeles, UCLA (2017-2018). ​Docente do Grupo de Metodologia da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, onde preside a Comissão de Cultura e Extensão. É pesquisadora do Observatório das Metrópoles​ (desde 2004​), onde coordenada a pesquisa Direito à Cidade e Habitação​. ​Tem coordenado e participado de projetos de Extensão Universitária desde 2006. Presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação​​ e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional-ANPUR (gestão 2021-2023) e Diretora (gestões ​2015-2017 e 2019-2021)​. Entre outras produções​, organizou os livros "Habitação, Autogestão e Cidade" (2021), "Self-build Experience. Institutionalisation, Place-Making and City Building" (2020) e "Além dos Muros da Universidade: Planejamento Urbano e Regional e Extensão Universitária" (2019).​

Jorge Bassani, Prof., FAUUSP

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Braz Cubas (1982), mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (1999) e doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2005), nesta mesma instituição defendeu tese de Livre-Docência em 2019. Atualmente é docente - professor associado - da Universidade de São Paulo, alocado na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em História da Cidade e do Urbanismo, atuando principalmente nos seguintes temas: arte e cidade, arte urbana, a cidade contemporânea, arte e ambiente e arquitetura e cultura. Desde 1980 tem desenvolvido trabalhos na área de Arte & Cidade, autor de esculturas e intervenções temporárias, principalmente em São Paulo. 

Publicado
2022-05-04
Cómo citar
D’Ottaviano, C., & Bassani, J. (2022). Extensão Universitária: parceria e formação. Masquedós - Revista De Extensión Universitaria, 7(7), 14. Recuperado a partir de https://ojs.extension.unicen.edu.ar/index.php/masquedos/article/view/128
Sección
Territorio y currícula

Artículos más leídos del mismo autor/a

Nota: Este módulo requiere de la activación de, al menos, un módulo de estadísticas/informes. Si los módulos de estadísticas proporcionan más de una métrica, selecciona una métrica principal en la página de configuración del sitio y/o en las páginas de propiedades de la revista.